Top Menu
taxa de juros

O crédito consignado é uma das modalidades mais requisitadas nesses tempos de crise. Isso porque comparado a outras linhas de crédito, esse modelo é o que oferece as menores taxas de juros. Isso acontece por diversos motivos, um deles é devido a forma de pagamento que gera uma garantia melhor ao ofertante. Além disso, é importante ter em mente que as taxas de juros do crédito consignado são determinadas por lei evitando assim valores exorbitantes, por exemplo.

O empréstimo consignado tem sido uma das modalidades de crédito mais acessadas em todo o Brasil. Quem tem direito à consignação de crédito já conhece esse empréstimo e sabe que as taxas de juros são menores. Mas a responsabilidade por tarifas mais baixas não é só por conta da lei. Conheça 5 fatores que impactam diretamente nas tarifas menores oferecidas pelo crédito consignado:

#1. Forma de pagamento

O principal diferencial do crédito consignado em relação a outros serviços similares é a forma de pagamento. Isso porque ao aderir a essa modalidade, o cliente autoriza que as parcelas sejam descontadas automaticamente da sua folha de pagamento ou benefício. Sendo assim, o órgão responsável pelo pagamento do indivíduo debita os pagamentos antes mesmo de disponibilizar o valor a ele. Com isso, o banco ou instituição financeira tem o pagamento garantido de forma integral ou parcial.

#2. Menos risco de inadimplência

No caso do crédito consignado, o pagamento acontece de forma automática. Por esse motivo, não há como atrasar ou deixar de pagar o que torna o risco de inadimplência infinitamente menor. Com isso, as instituições financeiras consideram uma operação de baixo risco e o resultado disso é uma taxa de juros menor. Além disso, com o pagamento programado o próprio contratante se beneficia por não correr risco de atrasar e provocar um aumento maior da cobrança, por exemplo.

#3. A margem consignável

Já falamos sobre esse critério anteriormente aqui. A margem consignável se refere ao limite do salário ou benefício que pode ser comprometido. Isso acontece porque o valor comprometido não pode afetar a saúde financeira do requerente. O objetivo dessa margem é que os contratantes não façam aquisição de dívidas superiores ao que podem pagar causando um endividamento maior.

Sendo assim, é preciso respeitar a margem levando em consideração que o indivíduo pode comprometer apenas 35% do seu pagamento líquido. Quanto menor for a margem consignável, menor é o risco de endividamento o que consequentemente gera uma taxa de juros mais baixa.

Leia também: como são definidas as taxas de juros

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voce pode usar estes comandos (tags e atributos) HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close